Curta a nossa página
Boa tarde!  Teresina, 21 de janeiro de 2020
 
28/01/2017 às 23h44 Você está aqui: Home / Piauí Imprimir postagem

Governo lança Plano de Ação para desenvolver piscicultura no Entre Rios

O objetivo geral é aumentar a produção de peixes da região em 20%

Foi lançado na quinta-feira (26) no Auditório da Secretaria do Desenvolvimento Rural (SDR), o  Plano de Ação Territorial da Piscicultura do Entre Rios, plano de ação construído e elaborado pelo Banco do Nordeste, NEDET Entre Rios UFPI, Colegiado Territorial do Entre Rios, SDR, Sebrae, Senar, Emater, Adapi, Sindicato dos Trabalhadores Rurais e Secretarias Municipais de Agricultura, e tem como objetivo geral aumentar a produção de peixes em 20%, no prazo de quatro anos.

Alguns dos objetivos especifícos do plano estão relacionados a tópicos como: insumos (diminuir custos de produção e incentivar compra coletiva de alevinos); produção (implantação de novas tecnologias); beneficiamento (cursos/capacitações diversas); comercialização (criar canais de comércio, promover feiras); infraestrutura (logística); financiamento (acesso ao crédito e fomento); e associativismo (cadastro e integração.

O objetivo central do plano é ampliar e melhorar as estruturas da atividade pesqueira no Território Entre Rios, que abrange hoje um total de 31 municípios. Na primeira etapa, o plano de ação iniciou com um projeto piloto em 6 municípios: Dermerval Lobão, Monsenhor Gil, Nazária, José de Freitas, União e Miguel Alves, onde os representantes dos Conselhos Municipais de Desenvolvimento Sustentável, priorizaram a atividade da piscicultura para ser trabalhada, sendo em seguida, aprovada em Plenária do Colegiado Territorial do Entre Rios e elaborado em reuniões ampliadas da sua Câmara Técnica de Inclusão Produtiva.

Plano de Ação de Desenvolvimento Para Piscicultura no Território Entre Rios( Foto: Ascom SDR)
Liz Elisabeth, diretora de Articulação Comunitária da SDR, ressaltou o papel fundamental da SDR na execução do projeto e realçou a importância deste plano para o desenvolvimento da atividade em todo o Estado. “A SDR participou das discussões iniciais quando o plano ainda estava sendo elaborado, e onde dentro dos objetivos específicos, há uma previsão de melhoria direta de infraestrutura com a inserção de unidades de lavagem de peixe, para garantir a comercialização correta do pescado. Outro ponto levantado nas ações da SDR é a capacitação dos produtores, onde citamos como exemplo, o aprendizado de reutilização da água, adquiridas para os tanques, que após utilizadas, podem ser direcionadas para a agricultura irrigada", destacou a diretora.

O presidente da Associação dos piscicultores, Elias Victor da Cruz, comentou sobre a necessidade de ampliação do mercado de piscicultura, destacando que esta é hoje uma das atividades com maior potencial econômico do município e para nosso Estado. “É de substancial importância a implantação deste plano para desenvolver a região do Território do Entre Rios, pois temos hoje, Nazária, que por exemplo é referência na produção de alevinos no Piauí. É um momento oportuno e adequado para garantir melhorias na infraestrutura. Chegou em uma boa hora, pois nós, pequenos e médios agricultores precisamos aprimorar nossa atividade, no comércio, na produção, na compra de insumos” destacou o presidente.

Para a gestão do plano, cada município criou o seu comitê gestor de piscicultura, com indicação de dois representantes para compor o comitê gestor territorial, cujo objetivo é coordenar, monitorar e acompanhar a execução do Plano de Ação Territorial.  Trata-se de uma atividade de relevante importância para o território entre rios, considerando as potencialidades dos recursos naturais existentes, a proximidade de grande centro consumidor – Teresina – e por ser uma atividade que vem crescendo rapidamente nos últimos 5 anos, como um instrumento de desenvolvimento econômico e social no Estado.                        

 

Fonte: CCom


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Artigos relacionados